• Home


Por: Rita Ramos Cordeiro

Bioenergia é o termo empregado para definir a troca de energia que é transmitida através das mãos pela técnica do toque ou pela imposição das mãos e é utilizada em várias correntes filosóficas e religiosas. Surgida há milhares de anos, se mantém viva até os dias atuais recebendo várias denominações, sendo por muitos considerada como uma terapia alternativa focada no equilíbrio do espírito, do corpo e da mente.

Já o passe é a transfusão de fluidos magnéticos vindas do alto, por influência da espiritualidade superior, transmitida pela imposição das mãos do médium espírita na direção do assistido, tendo por objetivo ajudar a recuperar sua harmonia orgânica e psíquica. Tanto a transmissão quanto a recepção estão diretamente ligadas à vontade e confiança de quem doa e quem recebe.

Quinta, 19 Abril 2018 10:57

A reencarnação ensina

Cada vez em encanto mais com esta tão poderosa engrenagem chamada reencarnação, que nos convoca a reajustes e acertos inadiáveis.

Não importa o tempo que leve, o reajuste e a convocação para nos tornarmos melhores a cada dia, acontece.

Muitas vezes não conseguimos compreender a direção que a vida ou nossas escolhas nos levam, mas nada foge aos desígnios Divinos.

Muitas reencarnações são cuidadosamente programadas e outras nem tanto.

Outras tantas vezes reencarnamos atraídos apenas pelas afinidades deste imenso Universo, para burilarmos nossas imperfeições em rumo a evolução.

Mas não importa a forma ou grupo a que nos vinculamos em nossas diversas encarnações, o maior tesouro que a vida nos dá é a oportunidade de assimilar, vivenciar e colocar em prática todo o aprendizado que adquirimos, graças a abençoada ferramenta concedida por Deus, chamada livre arbítrio.

Que possamos sempre usar o livre arbítrio para o bem, caminhando lado a lado com irmãos do caminho que nos acompanham por longos e longos séculos.

Bendito véu do esquecimento que nos permite recomeçar e corrigir erros, nos dando a oportunidade de amar quem em outras eras não amamos, sem a lembrança da dor, do sofrimento, do remorso e da culpa.

Bendito véu do esquecimento que nos permite ampliar nossa família espiritual através do amor, do reajuste e da oportunidade de uma nova vida.

Que saibamos sempre ser agradecidos infinitamente a estes abençoados e veneráveis amigos espirituais, que nos acompanham em todas as nossas quedas, imperfeições e vacilos, nos amparando, nos protegendo e nos guiando.

Que possamos um dia voltar ao nosso lar de origem, em paz, com a consciência tranquila e com o sentimento de dever cumprido, pois não a dúvida que Sempre é tempo de amar!

Por: Rita Ramos Cordeiro

Quarta, 07 Março 2018 00:44

Centelha Divina


Por: Rita Ramos Cordeiro

O espírito é uma das mais belas criações Divina

É nele que se guardam todas as memórias adquiridas por séculos e séculos, que o espírito tem a oportunidade de reter, através das tantas encarnações vividas.

Página 3 de 7

Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA