Imagem: Pixabay
Por: Rita Ramos Cordeiro

Com o grave momento que se vive atualmente, com a constante profecia de fim de mundo, com o medo generalizado, com as insistentes teorias de conspirações, o mundo espiritual está cada vez mais presente fazendo com que os espíritos sejam mencionados e responsabilizados quase o tempo todo por tudo o que acontece com, e através dos médiuns, as pessoas buscam respostas e soluções para um mundo tão conturbado.

Ficou para trás a época dos espetáculos e fenômenos mediúnicos, quando o Espiritismo precisava ser conhecido. Tudo isto foi necessário nos primórdios do Espiritismo para se comprovar a existência dos espíritos.

Se passou mais de um século e o Espiritismo se consolidou como uma doutrina de amor, consolo, conhecimento. A mediunidade hoje é entendida como sendo um encontro com Jesus, que ensina que a mediunidade deve ser trabalhada com amor, caridade à luz do Evangelho do Cristo, e que é preciso aprender e melhorar primeiramente a si mesmo.

Mas se tanta coisa mudou no Espiritismo porque ainda as pessoas têm tanto medo de espíritos, muitos espíritas e espiritualistas potencializam o poder dos espíritos do mal e das trevas?

Não se pode subestimar o poder das trevas e do quanto estes equivocados espíritos tentam espalhar discórdia e maldade pelo mundo, mas é explícito o poder e a luz que irradia dos bons Espíritos e principalmente, não podemos subestimar o poder de escolha e livre arbítrio do ser humano.

Os espíritos se atraem pela afinidade e sintonia, pelo pensamento, sentimentos e emoções, consequentemente, ódio atraí ódio, violência atrai violência. Sendo assim, amor atraí amor, gentileza, atraí gentileza.

O que se passa na outra dimensão pelo que os espíritos contam através dos médiuns, mas até estas informações precisam passar pelo crivo da razão.

A Doutrina Espírita é um manancial de luz para se aprofundar nos conhecimentos espíritas trazidos pelo Espírito da Verdade que foi codificado por Allan Kardec através dos livros: O livro dos Espíritos, O Evangelho segundo o Espiritismo, O livro dos médiuns, a Gênese, O Céu e Inferno.

O conhecimento espírita é infinito e muito ainda se tem a conhecer e se desvendar, porém, a bagagem deixada por Allan Kardec através da codificação espírita é a bússola para direcionar o caminho para a evolução moral e espiritual.

A humanidade vive um momento extremamente difícil e se os espíritos equivocados e chamados espíritos das trevas estão mais atuantes é porque estão encontrando sintonia no coração e alma da humanidade.

Seguindo os ensinamentos de Jesus estas preocupações se tornam secundárias, pois. Existe a certeza que se comanda o próprio caminho, a fé aflora com mais naturalidade, e o medo se torna secundário, buscando sempre os bons sentimentos e bons pensamentos.

Que cada dia tenha sua preocupação necessária, seu momento de atenção, oração, vigilância, mudança de vibração, confiança de que nada acontece sem a permissão Divina, lembrando que cada um detém seu próprio livre arbítrio, procurando sempre se melhorar a cada dia.

Assim, naturalmente, distancia-se de espíritos que buscam sintonias para atrasar a paz e evolução do mundo!

Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA