Por: Rita Ramos Cordeiro

Quando acordo num dia chuvoso e friozinho como o de hoje, tendo como primeiro som do meu dia a música O Homem de Roberto Carlos fecho meus olhos, e tento absorver a melodia e letra no mais profundo de minha alma revendo passo a passo toda dor, sofrimento, exclusão e desprezo por qual Jesus passou e me lembro de palavras consoladoras deixadas na época dizendo que um dia Ele retornaria entre nós.

Deixo aquele filme triste do passado e me transporto para os dias atuais com a certeza de que Ele já retornou.

Não com o mesmo nome ou presença física, mas retornou como aquele nosso irmão do caminho que é desprezado, excluído, incompreendido.

Retornou em classes que são incompreendidas e abandonadas como Ele foi. Retornou naquele irmão que hoje viramos as costas sem dar apoio.

E novamente está fazendo a mesma trajetória que fez há mais de dois mil anos.

Novamente foi abandonado, desprezado e odiado. Quem assim o faz com seu semelhante, faz-lhe.

Ao perceber isso uma dor profunda toma conta do meu coração, lágrimas me tomam os olhos, e me pergunto sem compreender: "Senhor, o que nos tornamos? O que aprendemos com sua vinda? O que estamos fazendo de nossas vidas?

Mas aí, de repente retomo minha atenção novamente na letra da música O Homem, e gradualmente a paz toma conta do meu coração ao parar nesta parte da música:
..."Eu sei que Ele um dia vai voltar e nos mesmos campos procurar o que plantou e colher o que de bom nasceu. Chorar pela semente que morreu, sem florescer, mas há ainda tempo de plantar, fazer nascer a flor do bem, crescer, para lhe entregar quando Ele aqui chegar! Tudo o que aqui Ele deixou, não passou e vai sempre existir, flores nos lugares que pisou e o caminho certo para seguir…"

E tranquilizo minha alma, e me vem a mente uma frase que me conforta ao compreender que ainda há tempo de mudar: "Senhor, perdoa-os, eles não sabem o que fazem"

Respiro fundo e nova frase vem a minha mente: "Não caí uma única folha sem a permissão Divina"

Dia virá que conseguiremos entender suas palavras e aprenderemos a amar uns aos outros.

Enquanto isso não acontece, àqueles que compreenderam as palavras de Jesus, amparando, acolhendo, amando, protegendo e guiando todos aqueles que representam a vinda de Jesus!

 

 

Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA