Por: Rita Ramos Cordeiro

Quando assisto tanta podridão no mundo, tanto desacerto, corrupção e falta de caridade entre os governantes...

Tanta violência e selvageria entre as pessoas, falta de piedade e caridade no mundo e na sociedade...

Tanto desprezo e desamor entre os ditos cristãos, e me convenço que pouco ou nada faço para mudar tudo isso...

Mais me convenço de meu egoísmo e de minha inércia para melhorar o mundo e finalmente entendo que faço parte destes milhões de equivocados morais.

Somente então, assumindo minha imperfeição e falta de amor ao próximo, me envergonhando de mim mesma pela minha total incapacidade de fazer o bem acima de minhas forças, tenho condições de reavaliar minhas atitudes e procurar a partir de agora me tornar alguém melhor e fazer a diferença, se não no mundo, mas ao meu redor e na distância que meus olhos enxergam!

Não somos uma causa perdida, se assim fosse a Providência Divina não nos daria a oportunidade e a benção de estarmos vivos para melhorar o mundo no que estiver ao nosso alcance. O Pai Maior nos concedeu a benção da vida, para deixarmos crescer em nós a semente do amor.

Não estamos nesta vida em férias ou para apenas gozar da felicidade em benefício próprio.

Estamos aqui para interagir com nossos semelhantes, ajudá-los nas dificuldades, quando temos tanto, e eles tão pouco, pois a todos que muito foi dado, muito será pedido!

 

 

Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA