Amor, um sentimento eterno

 

Muitos tem dificuldade de amar ou então demonstrar este sentimento tão belo.

Muitos tem dificuldade de um abraço terno e sincero...

Muitos não conseguem sorrir com os lábios e com os olhos...

Muitos não conseguem se desculpar ou corrigir um erro cometido...

E assim, muitos passam a vida, deixando tudo para depois...

Deixando que a vida e o tempo a tudo consertem.

E com isso o tempo vai passando com grandes mudanças, grandes perdas.

Perde-se oportunidades de ser feliz...

Perde-se oportunidades de conquistar e reconquistar amizades e de se fazer novos amores...

Perde-se experiências divinas, que apenas trariam crescimento espiritual.

Pois não é o tempo que a tudo conserta, são as mudanças internas que realizamos em nós mesmos.

É o amadurecimento, a sabedoria, a paciência, a perseverança e a confiança em nós mesmos e no Pai da Vida que nos torna alguém melhor no futuro.

É a vontade de crescer interiormente, desejando um mundo melhor a nossa volta, que transforma a indiferença em amor.

Que transforma o medo em coragem...

A dúvida em certeza...

A tristeza em alegria...

O ódio em amor...

Um sorriso em luz...

Um abraço em aconchego...

Com certeza, tudo é um processo de aprendizado que cada ser humano necessita passar.

Porém, o tempo que este aprendizado dura, depende exclusivamente da vontade de cada um.

Depende de nós a escolha de viver intensamente a vida que Deus nos concedeu...

Depende de nós deixar o orgulho e egoísmo de lado para se dedicar à felicidade alheia.

Depende de nosso livre arbítrio, plantar sentimentos e atitudes que vão no futuro trazer uma colheita de consciência em paz pelo dever cumprido.

E finalmente depende exclusivamente de cada um de nós a escolha de ser feliz aproveitando cada oportunidade que a vida nos concede, pois somente o amor liberta!

Por: Rita Ramos Cordeiro

Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA