O medo, oculto nos mais íntimo dos sentimentos é uma erva daninha que retarda a caminhada do ser humano.

Num primeiro momento o medo é necessário, pois nos alerta de perigos que podem colocar em risco nossa segurança.

Mas passado o momento de alerta, este medo deve ser encarado de frente, para ser trabalhado de forma a não retardar a caminhada evolutiva.

O desconhecido causa medos e incertezas, fazendo vacilar o espírito inseguro, porém, não deve fazer parte da vida, já que isto faz com que nos afastemos dos melhores momentos a serem vividos.

Até o momento em que detemos o controle de nossa existência, sem as surpresas que a vida nos trás, tudo é cômodo, tranqüilo e segue a rotina habitual.

É nas provas de fogo que fazem parte da evolução tão almejada, que fraquejamos pelos infortúnios vividos, causando inseguranças e aflições que não sabemos lidar.

E por não sabermos lidar com estas situações, nos desesperamos, fazendo aumentar o sofrimento, dando ao problema em questão, uma proporção enorme, muitas vezes nos fazendo sentir incapazes de vencer estes obstáculos.

É exatamente neste momento que Deus nos dá sua maior prova de amor, pois cria situações e circunstâncias onde teremos a oportunidade de nos reerguer e seguir em frente com fé renovada.

Nos abre portas, apresentando um caminho novo a seguir, repleto de luz e de fortalecimento, fazendo com que deixemos um passado de dores distantes de nossas vidas.

Nos dá através de nossos anjos guardiões, o consolo e amparo necessário para passarmos pelo sofrimento com a certeza de que tudo passa...

Mas é quando tudo parece novamente sob controle e este inimigo oculto parece adormecido, que novas situações se apresentam em nosso caminho, para testar o aprendizado adquirido.

Precisamos neste momento nos conscientizar que a vida é feita de momentos bons e ruins, de momentos felizes e momentos tristes.

Que estamos de passagem neste orbe terrestre, para crescer, vencer desafios, aprender a amar, perdoar e viver em harmonia e paz com nossos semelhantes.

A vida e o universo sempre vai nos apresentar situações para testar a fé, a força e resistência que temos em vencer os obstáculos da vida.

Vai depender de nós encarar a vida com alegria, agradecidos pela oportunidade bendita de mais uma existência, ou deixar que os inimigos ocultos dentro de nós mesmos, nos derrote e nos paralise a caminhada.

É de extrema importância que sentimentos como orgulho e egoísmo não façam parte de nosso espírito.

Estes são os piores inimigos que nos impede de vivenciar novas etapas da vida que Deus nos concedeu e de aproveitar os melhores momentos de nossa existência.

Seja qual for o momento vivido, é importante lembrar que a derrota ou vitória é reflexo de nossos pensamentos, sentimentos e atitudes.

Aproveitemos o livre arbítrio que Deus nos concedeu para plantarmos o amor, fraternidade, solidariedade, sabedoria e serenidade, para colhermos a paz e felicidade em nossas vidas.

Por: Rita Ramos Cordeiro

Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA