E o sol sempre volta a brilhar

Por: Rita Ramos Cordeiro

Noites escuras, sombrias, frias...

Sentimentos de dor, tristeza, mágoa, raiva, ressentimento, aversão...

Mentes confusas, perdidas, inquietas, vazias...

São tantas as emoções e sentimentos que passam pela alma humana...

As aparências, na maioria das vezes, não evidencia o que se passa no interior do ser.

Um sorriso estampado não significa felicidade, da mesma forma que uma vida confortável não significa paz interior.

O ser humano ostenta máscaras que diariamente apresenta ao mundo...

A grande maioria da humanidade passa pela vida sem aprender a amar, e nem sabe onde encontrar a paz e a felicidade.

Acreditam que prazeres mundanos e materiais trazem a paz e felicidade.

Desconhecem que a Providência Divina atua diariamente em favor do espírito encarnado.

A invigilância e a falta de fé, ao lado do egoísmo e orgulho, são os grandes vilões responsáveis por esta imensa nuvem negra que cobre os corações humanos.

Os mais diversos tipos de relacionamentos são desfeitos pela incompreensão e desconfiança.

Corações amargurados e endurecidos se transformam em corpos adoecidos.

E quando tudo parece perdido, e o abismo se abre obscuro, o sol volta a brilhar...

Eis que mais um belo dia surge para mostrar o amor do Criador por seus filhos, lembrando diariamente, que sempre há uma luz no fim do túnel.

O Pai da Vida em sua infinita bondade, envia seus mensageiros celestes para amparar e guiar seus filhos, procurando fortalecê-los para dias melhores.

A vida nos dá oportunidades de abrir o coração e a mente, para descobrir a felicidade e aprender a amar.

Descobrimos na oração uma presença constante, para nos colocar confiantes nos braços de Deus, pois, não há mal que resista ao Bem...

Não há ódio que resista ao amor e ao bom exemplo...

Não há dificuldade que dure para sempre...

E assim,  a luz tomará o lugar da escuridão, permitindo que a fé e esperança se infiltre em seu coração, na certeza de que tudo passa...

 

Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA