Por: Rita Ramos Cordeiro

Em momentos de dor e angústia o ser humano geralmente necessita de uma palavra de consolo, de um abraço amigo.

A angústia é tamanha que não enxerga ao seu lado o amparo que necessita.

Quanto sofrimento, ao sentir que o mundo foge aos seus pés sem achar a solução para suas dificuldades.

Muitas vezes se desespera, acreditando que não aguentará tanto sofrimento, e até pensa em desistir de tudo.

É nos momentos de dor que a Espiritualidade Maior atua incondicionalmente, procurando dar a força e lenitivo necessário que o ser humano necessita para enfrentar as diversidades da vida.

É quando se está perdido que a mão do Pai se levanta para erguer seu filho tão amado.

É nos momentos de dor, quando tudo parece desabar que somos mais fortes para enfrentar o que a vida nos apresenta.

A cada dia o Pai da Vida nos oferta a benção da vida e nos convida a seguir.

É nos momentos de dor que mais crescemos e amadurecemos, nos fortalecendo para os dias que virão.

Em cada momento de dor, nossos anjos guardiões nos acolhem em seus braços, nos ajudam a não desistir da benção da vida, tentando nos aproximar da luz que irradia a nossa volta.

Aproveitemos cada minuto de nossa vida, mesmo nos momentos de dor, seguir com fé, coragem e resignação, para que, quando olharmos para trás, compreendermos que os momentos de dor também passam...

 

Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA