Como manter um relacionamento duradouro

Por: Rita Ramos Cordeiro

Esta pergunta está presente em todos os círculos da sociedade.

Os relacionamentos, seja de qual tipo for, se rompem com a maior facilidade.

O ser humano se ressente e se magoa a qualquer contrariedade e situação.

Se decepciona com quem ama e muitas vezes, o que era um bonito relacionamento é destruído por dores, sofrimentos que custam muitas vezes a ser esquecidos.

O Amor que existia se transforma em ódio, desprezo, aversão, etc.

O fato é que, apesar de mágoas, ressentimentos e todas as revezes de sentimentos que passam pela vida, o verdadeiro Amor resiste a tudo.

Nos momentos difíceis não é lembrado deste abençoado sentimento e muitas vezes, acha-se que se perdeu a capacidade de amar.

Deus concedeu a todos a benção de poder amar e ser feliz.

O amor existe em nós e tem muitas facetas.

Nosso coração comporta muitos amores: amor de mãe, de pai, de filho, de casais, de amigos e tanto outros amores.

Os grandes vilões, na verdade, se chamam orgulho e egoísmo.

São estes os dois principais sentimentos que travam e retardam uma reconciliação.

Nos momentos difíceis, geralmente só é enxergado um lado: O nosso lado. E esquecemos que toda a história tem dois lados.

É nestes momentos que ter Deus em nossos corações e Jesus como nosso exemplo de vida nos alivia os sofrimentos.

Analisar o outro lado da história nos afasta destes dois perversos sentimentos: o orgulho e o egoísmo.

Procurar olhar o próximo como a si mesmo é um passo para aprender a amar.

É vivenciando os exemplos de Jesus através do amor ao próximo e do perdão, é que renascerá o amor em nossos corações.

Esta é uma tarefa que deve ser constante, árdua, de muita persistência e paciência.

Se aceitarmos o desafio de olharmos ao nosso redor para descobrirmos que o mundo não gira somente em torno de nós mesmos, conseguiremos acender a chama do amor em nossos corações.

Aceite este desafio hoje, para que o Amor faça parte de sua vida para sempre.



Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA