A felicidade do natal


Por: Rita Ramos Cordeiro

E finalmente chegou o mês do ano que mais amo! E assim foi durante toda a minha vida!

Há algumas décadas, o prazer do Natal para mim sempre foi o brilho e a alegria das festas natalinas ao lado da família e amigos.

Continue Lendo

Caminhar com Jesus



Por: Rita Ramos Cordeiro

Quando acordo num dia chuvoso e friozinho como o de hoje, tendo como primeiro som do meu dia a música O Homem de Roberto Carlos fecho meus olhos, e tento absorver a melodia e letra no mais profundo de minha alma revendo passo a passo toda dor, sofrimento, exclusão e desprezo por qual Jesus passou e me lembro de palavras consoladoras deixadas na época dizendo que um dia Ele retornaria entre nós.

Deixo aquele filme triste do passado e me transporto para os dias atuais com a certeza de que Ele já retornou.

Continue Lendo

As redes sociais e suas vibrações negativas


Por: Rita Ramos Cordeiro

Para alguns que as redes sociais e internet é diversão, para outros é perda de tempo e para mim, é trabalho!

É aqui que divulgo meu trabalho, meus textos, e meus livros que estão na apresentação deste site. É onde divulgo a Doutrina Espírita e as boas notícias, inclusão social, diversidade, cidadania, sustentabilidade e uma infinidade de notícias importantes.

As redes sociais são meios de interação social que ligam o ser humano de uma ponta a outra em todo o mundo, mas existe um lado delas que talvez passe despercebido a todos. É por aqui que permitimos que entre em nosso lar toda a vibração negativa ou positiva que o ser humano carrega e compartilha.

Continue Lendo

Época das sombras



Por: Rita Ramos Cordeiro

Há séculos,  na idade média, o mundo viveu um triste momento chamado Época das Trevas ou a Santa Inquisição, que durou cerca de quatro séculos.
Foram séculos de dor e sofrimento, onde muitas pessoas eram perseguidas, condenadas ou mortas por se desviar da forma de conduta professada pela Santa Igreja.

No início da Inquisição a maior preocupação do clero era com o crescimento de seitas religiosas. Qualquer pessoa que professasse práticas diferentes daquelas reconhecidamente cristãs, era considerado herege.

Continue Lendo

Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA