A caridade e os tarefeiros de Jesus

Por: Rita Ramos Cordeiro

Muito tem se falado ultimamente nas redes sociais sobre o caso do resgate dos cães Beagles.

Muitos aprovam o resgate dos animais e muitos se põem a questionar e julgar tal atitude alegando, e se perguntando o motivo de se ter resgatado apenas esta raça de animais quando tantas raças estão também passando pelo mesmo problema.

Outras pessoas, no entanto, discutem a questão alegando que tais pessoas poderiam usar suas energias ajudando os mais necessitados e carentes de todo canto do mundo ao invés de se preocupar apenas com os animais.

Continue Lendo

Não basta não fazer o mal, é necessário fazer o bem

Por: Rita Ramos Cordeiro 

É preciso fazer o Bem no limite de suas forças, porque cada um responderá por todo mal que lhe resulte do Bem que não haja feito."
Allan Kardec - Livro dos Espíritos

Como é bom poder levantar diariamente, respirar o ar de nosso planeta, observar a bela natureza que o Pai da Vida nos deixou...

É uma grande benção poder andar, sentir o sol ou a chuva tocando nosso corpo. Como é belo ter uma família, um trabalho, um lar, filhos, amigos...

Continue Lendo

Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre tal é a lei

Por: Rita Ramos Cordeiro

"Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre - tal é a Lei"

Esta mensagem foi escrita na lápide de Allan Kardec, sua autoria é desconhecida, mas nos traz grandes reflexões.

Anualmente comemoramos a data de nosso nascimento com festejos, presentes, e nossos amigos nos desejam anos e anos de vida.

Mas fico a pensar se estes anos de vida que nos desejam, e claro, nós mesmos pedimos que assim seja, são bem aproveitados.

Continue Lendo

Anencefalia

Por: Rita Ramos Cordeiro

O significado dado à Anencefalia é a ausência de encéfalo, ou seja, ausência total ou parcial do cérebro.

Esta definição não é totalmente correta, visto que o encéfalo compreende além do cérebro, o cerebelo e o tronco cerebral.

Os bebês anencéfalos, embora não tenham cérebro ou boa parte dele, têm o tronco cerebral funcionando.

Continue Lendo

A caridade deve ser anônima do contrário é vaidade

Por: Rita Ramos Cordeiro

Disse Jesus: “Não saiba a tua mão esquerda o que faz a direita.” e esta bela frase nos ensina que não devemos ostentar o bem que realizamos ao próximo, que devemos fazê-lo sem esperar nada em troca.

Esta verdade irrefutável nos faz lembrar que existem pessoas que praticam a caridade em benefício próprio para levar vantagem na promoção realizada.

Em dias tão conturbados como os de hoje os valores foram trocados, e o foco geral se centralizou na violência, corrupção, maldade, entre outros, e com isso a negatividade do que pensamos e compartilhamos atravessa o Universo, que nos devolve em dobro. E o bem, que deveria ser algo natural, aparentemente se torna raro.

Para ajudar a divulgar o bem muitas pessoas que são as chamadas formadoras de opinião que tem grande carisma,  que através de palavras e ações encantam, e atraem pessoas próximas para si, emprestam sua imagem na divulgação do bem.

São personalidades públicas, como Lady Diana, Angelina Jolie, e outros menos conhecidos que fazem parte de nosso dia a dia bem próximo a nós, em nosso bairro ou comunidade.

São pessoas que lutam por uma causa benemérita ou promovem um objetivo maior e coletivo. Não são perfeitas, são pessoas como qualquer um de nós que se esforçam em vencer suas más tendências procurando auxiliar o próximo.

Na atual situação evolutiva que vivemos temos o hábito de fazer julgamentos pré-concebidos formando opiniões sem conhecer a fundo quem apontamos o dedo.

A Espiritualidade Maior em sua infinita sabedoria analisa o conjunto completo do ser humano, e não apenas seu exterior. Conhece a fundo a essência de sua criação, e quando vê o bem no conjunto da obra, movimenta energias que são encaminhadas pelo Universo para colaborar com sua boa vontade e sinceridade. E aqui podemos utilizar esta frase para exemplificar: “Quando o trabalhador está pronto o trabalho aparece”.

E quanto há trabalho para ser desenvolvido e praticado para o bem! Acostumados a ficar em nossa zona de conforto envolvidos em nossos próprios problemas, não perceba a infinidade de trabalho a ser feito.

Alguns tarefeiros de Jesus tem a tarefa de trabalhar anonimamente, outros aparecem na linha de frente das causas humanitárias colaborando na divulgação do bem.

Já outros tarefeiros trabalham em grupo, e formam Instituições sem fins lucrativos pensando apenas em auxiliar o próximo, sendo em sua grande na maioria, de trabalho e trabalhadores que desconhecemos.

Continue Lendo

Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA