Domingo, 23 Setembro 2018 17:26

O salvador da pátria




Por: Rita Ramos Cordeiro

E um dia eu me perguntei que iria nos salvar, mas cheguei a conclusão que salvadores da pátria não existem.

O que as pessoas boas, comprometidas, responsáveis, honestas e preocupadas com o mundo existem sim! Estão aí, trabalhando anonimamente pelo mundo, ofuscadas por sua própria timidez e sendo encobertas por uma viseira que decidimos colocar em nossos olhos.

O medo e o desespero faz isso, nos transforma em pessoas sem visão, que só enxerga o que quer.

Com isso nos perdemos num imenso deserto onde a fome e sede por um mundo melhor nos mostra miragens....

Está mais do que na hora de tirarmos esta imensa viseira de nossos olhos e ir a luta!

O medo paralisa e nos cega, impedindo nossos passos e nossa caminhada.

Façamos uma reflexão íntima de quem realmente somos e para onde queremos ir, para que possamos entender que para qual lado seguirmos, depende de nosso próprio impulso, de nossos próprios pés.

Não podemos delegar a ninguém a tarefa que temos de mudar primeiramente a nós mesmos e depois ao mundo.

Enquanto estivermos apegados a velhos conceitos, medos, desesperança e comodismo, não sairemos do lugar, não importa a quem deleguemos a tarefa que deve ser nossa.

Precisamos arriscar uma mudança que necessita de nossa força e coragem. Estamos tão amedrontados em nossa zona de conforto e com isso deixamos de nos confrontar internamente e esquecemos que as decisões que tomamos perante a vida, são espelhos de nós mesmos.

Nossas escolhas reflete o medo, indecisão, mágoa, preconceito, comodismo, inércia ou a paz, a segurança, a esperança, a fé, o desejo de mudança e a alegria de querer vencer.

E somente frente a frente com nossos sentimentos é que vamos determinar qual será nosso futuro. Nestes momentos lembro sempre uma frase que gosto muito:
"Seja você a mudança que que ver no mundo"

 

Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA