Por: Rita Ramos Cordeiro

As doenças do psiquismo não surgem de um momento para o outro, elas desalinham primeiramente a mente do indivíduo, embaralhando os pensamentos com desejos suicidas ou até de tirar a vida de alguém.

Num segundo momento explode em rompentes de raiva, agressividade ou tristeza no dia a dia e na vida de relação. É neste momento que os pais ou familiares que convivem com estas pessoas precisam ficar atentos nestes sentimentos e rompentes que a princípio não são normais, mas que com o passar do tempo se tornam recorrentes.

Domingo, 24 Fevereiro 2019 01:03

A culpa não é da vítima


Por: Rita Ramos Cordeiro

Quando um homem entra na casa de uma mulher que mora sozinha num primeiro encontro, usa um nome falso para entrar e acorda no meio da noite para espancá-la por quatro horas, podemos chamá-lo de muitas coisas, menos de louco.

Sua barbárie foi bem calculada e sua atitude lembra mais um psicopata do que um louco.

Existem vários tipos de psicopatas e a grande maioria se passam por pessoas normais.

Domingo, 24 Fevereiro 2019 01:02

Recomeçar é preciso



Por: Rita Ramos Cordeiro

Muitas pessoas se perguntam: O que acontece se eu partir hoje sem me reconciliar e demonstrar meu amor aos meus entes queridos?

Antes de responder é importante explicar que as pessoas que fazem parte de nosso grupo familiar não estão ali por acaso.

O Pai da Vida por todo o amor que tem por nós, através da reencarnação nos dá quantas oportunidades forem necessárias de nos reconciliar com quem um dia fizemos algum mal ou que nos fez mal.




Por: Rita Ramos Cordeiro

Me lembro da época em que todos os brasileiros foram obrigados a usar cinto de segurança nos carros, para todos os passageiros. A multa era grande para quem não cumprisse a lei e o medo de ser multado fez o brasileiro se educar e aprender a usar o cinto de segurança.

Cadastre-se em nosso informativo

CAPTCHA